Archive for the 'Fofocas Santas' Category

A primeira viagem com seu Bebê

Algumas mães são temerosas em viajar com o bebê ainda pequeno.
Se ele já tomou todas as vacinas necessárias e não há restrição médica alguma, será uma delícia poder viajar com o bebê menor de 6 meses. Já que nesse período não é preciso se preocupar com comidinhas saudáveis para bebê na viagem, afinal qualquer sinal de fome, é só dar o peito.
Então se você está pensando em fazer sua primeira viagem com seu bebê, separamos algumas dicas.
A escolha do destino
– Escolha destinos “descomplicados. Uma boa opção para as férias ou para aproveitar a família com a chegado do pequeno, são os Resorts. Por terem tudo, você vai para aproveitar a estrutura do resort de praia, piscina, restaurantes sem ter que se preocupar com mais nada.
– Se está temerosa sobre a viagem, prefira viagens de curta duração, como um fim de semana ou feriado prolongado, para fazer um “teste”. Depois invista nas férias. 😉
– A dica sobre hotéis ou resorts: é que a maioria deles oferecem estrutura para bebê: bercinho e banheira. Itens que você não precisará levar, o que diminuirá um pouco a bagagem.
Se sua viagem for de avião, esse tema merece um post especial. Então fique atenta no próximo post sobre dicas de viagens de avião para bebês. Mas vale lembrar que se os hotéis ou resorts que se hospedar oferecerem translado, solicite na hora da reserva a cadeirinha do bebê para o carro, item o obrigatório de segurança.
Até mais mamães!
No comments

Como colocar o bebê no berço ainda acordado

Como ensiná-lo a pegar no sono sozinho?

Duas coisas são essenciais: horário regular para ir para a cama e um ritual para a hora de dormir. Se seu filho for para a cama todo dia à mesma hora, o relógio biológico dele vai se ajustar e ele ficará naturalmente sonolento numa hora previsível.

O ritual do sono deve terminar no lugar em que o bebê vai dormir, e o ideal é que envolva três ou quatro atividades calmas (como banho, história e um momento de chamego). A rotina da hora de dormir tem de ser igual todo dia, e ter sempre a mesma duração.

Quando ela acabar, coloque o bebê no berço, ainda acordado. É bem capaz que ele a surpreenda e adormeça sem reclamar muito. Alguns bebês, especialmente se tiverem sido acostumados a dormir mamando ou sendo ninados no colo, podem dar mais trabalho.

Uma opção é fazer o treinamento de uma vez só, um belo dia, explicando ao bebê exatamente o que vai mudar. Depois do ritual e de dizer boa noite, deixe-o no berço e volte periodicamente, com a frequência que você quiser, para ver como ele está e tranquilizá-lo, mas sem tirá-lo da cama (mesmo que ele chore).

Outra alternativa é fazer a mudança gradativamente. Você pode começar só mudando o fato de colocá-lo acordado no berço, depois de um período de colo, em vez de deitá-lo somente quando já estiver dormindo. Fique perto do berço até ele adormecer, mas avise-o de que vai ficar em silêncio.

Aos poucos, a cada noite, vá aumentando a distância em que espera, na direção da porta do quarto. Depois passe a ficar embaixo do batente da porta, em seguida um pouco do lado de fora e assim por diante.

Fonte> Baby Center – http://brasil.babycenter.com/a2400094/como-colocar-o-beb%25C3%25AA-no-ber%25C3%25A7o-ainda-acordado#ixzz40GWug0AT

No comments

Inspirações para Book Fotográfico de Gravida

Para você mamãe que quer registrar este lindo momento da sua vida e da sua família mas morre de vergonha da câmera, nada mais indicado que encontrar um profissional que deixe você completamente à vontade. Com toda certeza, o profissional certo garantirá a espontaneidade das suas fotos.

Criatividade na hora e lugares de fotografar também ajudam muito a deixar as fotos ainda mais lindas. Por isso converse com seu fotógrafo (a) e diga o que você espera do ensaio.

Sugira locais importantes para você e sua família. Sua casa, um parque. Qualquer lugar serve desde que a iluminação sejam apropriadas.

Foto divulgação – meuportal.net

Foto divulgação – bebe.abril.com.br

Monte um mural de inspirações, com fotos de amigas, ou até de pessoas desconhecidas mas que registrem um pouco da sua ideia de book. Para ficar fácil do profissional saber o que você tem em mente.

Saia do convencional se divirta neste momento, e principalmente envolva toda a família. Se vocês já tem filhos, fotografe com eles, escolha locais que eles se sintam a vontade para brincar e ficar bem descontraídos e sorridentes nas fotos.

Foto Divulgação – zun.com.br

Porque nada mais bonito que um belo sorriso em uma fotografia. :)

Foto Divulgação – vanessaferreira.com.br

Aproveite as inspirações legais que a Sameka separou para você e boas fotos!

 

Texto: Agência SocialMedia

 

 

No comments

Lembrancinhas de Chá de Bebê

Quando o assunto é Chá de Bebê, as mamães piram… São ideias e mais ideias que surgem na nossa cabeça para deixar a festa mais charmosa e com a sua cara e do seu bebê. Afinal é um momento inesquecível e único na vida de qualquer futura mamãe.

Caprichar na decoração, nos comes e bebes é uma tarefa um tanto fácil, mas ainda mais legal que dar assas a imaginação para a decoração  é pensar em uma lembrancinha que realmente seja diferente e faça sucesso com as suas amigas. Daquelas lembrancinhas que todo mundo faz questão de levar para casa! 😉

Por isso caprichamos em várias opções para vocês mamães e futuras mamães se inspirarem. :)

1ª Dica – Cheirinho de bebê

Quem não gosta daquele cheirinho delicioso de bebê, suave e doce ao mesmo tempo… delícia, não é mesmo mamães! Então uma boa opção para presentear suas amigas é uma kit com com essência para perfumar o quarto, guarda roupas e gavetas.

Eles podem ser de vários formatos e modelos. Dos simples saches com o desenho do tema da festa, à outros ainda mais sofisticados que vão até creme hidratante.

Foto mzdecoracoes.com.br

Foto divulgação Blog Alycia e Isabella no dia a dia, produto da Toque de Valentina

Foto divulgação Elo7

 

2ª Dica – Sapatinho de Bebê

Ninguém resiste ao charme de um sapatinho de bebê sem fazer ”owmm’‘… rs. Então que tal arrancar suspiros das suas convidadas com mini-sapatinhos de bebê. Isso mesmo, os mini-sapatinhos eles vem com uma correntinha para poder usar como pingente na bolsa e com uma ventosa para poder pendurar no carro. Além de tudo ele é personalizado com o nome do seu bebê!

O mini-sapatinho é em couro e bordado com o nome ou apelido do seu bebê. É uma graça!

Lembrancinhas de nascimento

Foto divulgação Blog iromababy

São vários modelos e disponíveis para meninos e meninas, que vão dos mais delicados e cheio de charme com aplicações ao mais básico e tradicional modelos de sapatinhos de bebê.

As lembrancinhas são enviadas em caixa colmeia com 10 unidades ou podem ser substituída por caixinhas individuais “bombom” especiais para você presentear. Com campo para preencher com a data e com o nome do seu convidado especial, tornando a lembrancinha ainda mais inesquecível.

Você pode adquirir suas lembrancinhas na loja virtual Sameka, os valores variam conforme o modelo e são unitários e a quantidade mínima é de apenas 10 lembrancinhas.

Texto>> Social Media

No comments

Chá de Bebê dicas de decoração… Festa do Sorvete

Como é um dos assuntos mais buscados pelas gestantes, a Sameka resolveu ajudar você nesta busca de ideias e sugestões para preparar aquele chá de bebê lindo e delicioso para festejar a chegada dos seu bebê.

Como temos vários temas e muitas sugestões, resolvemos dividir os posts. Hoje começamos com uma sugestão super delicada e deliciosa para o verão com o tema Festa do Sorvete.

Além da identidade com sorvete nas peças da decoração, para dar cara de festa do sorvete não pode faltar no cardápio milkshake, sorvete de massa e cobertura de morango ou chocolate! Hummm, só pelo cardápio já dá para imaginar que essa festa é uma gostosura!

cha-de-bebe-sorvete-decoracao-tati-leme-doces-smiles-and-joy-06

cha-de-bebe-sorvete-decoracao-tati-leme-doces-smiles-and-joy-07

 

Uma novidade que além de decorar é uma delícia são os ‘sorvetinhos’ de cookies e os cupcake na casquinha de sorvete.

cha-de-bebe-sorvete-decoracao-tati-leme-doces-smiles-and-joy-11

 

E aí, gostaram da dica?… Que tal aproveitá-las e compartilhar com a gente em nossa fanpage, ou aqui mesmo no blog.

 

 

Texto> Agência SocialMedia / Base de informação e fotografia babies.constancezahn.com/cha-de-bebe-tema-sorvetinho/

No comments

Segunda Gravidez … o que muda?

Seja planejada ou inesperada a segunda gravidez é um momento especial que afeta não só a vida da mamãe de segunda viagem, mas de toda a família… principalmente a dos filhos!

Mas apesar de ser um momento especial, algumas coisas já são conhecida da mamãe, o que pode deixá-la mais tranquila em relação as transformações que irá enfrentar nesse período.

Há quem sinta enjoos terríveis na primeira, mas não na segunda gravidez, porém alguns sintomas são muitos comuns: dores de cabeça, vontades constantes de urinar e sonolência. A grande diferença é como a mulher reage a eles na segunda gestação. Pois estes sintomas são decorrentes de alterações e adaptações biológicas à gravidez.

Uma outra diferença percebida na segunda gestação é quanto aos movimentos do bebê. Quando espera o primeiro filho, a mulher costuma sentir o bebê mexer entre a 20ª e a 24ª semana gestacional, porem na segunda essa percepção se antecipa em até 3 semanas, ou seja em torno da 17ª.

No parto também a segunda gestação dá alguns privilégios à mamãe, normalmente elas sofrem menos quando chega a hora. Um dos motivos está ligado a ansiedade relacionadas aos intervalos das contrações, assim o processo do parto normal tende a ser mais curto.

O bom é saber que não existem duas gestações e nascimentos totalmente iguais então esteja preparada para o que vier e em caso qualquer de dúvidas fale com seu médico.

Até a próxima mamães!

#SamekaIgualAmordeMãe

 

 

Texto>Agência  Social Media | Fonte> Revista Crescer / GNT – Mães e Filhos – dicas

 

No comments

Arrumando as Malas … #maladamamae #maternidade

Assim como a malinha do bebê, a mamãe também precisa preparar a sua mala para a maternidade. E saber o que colocar nela é um desafio. Levar pouca coisa e as coisas certas…

Aqui vai as dicas da Sameka:

Mala da mamãe:

3 camisolas ou pijamas com abertura na frente para facilitar a amamentação

6 calcinhas grandes e confortáveis. É aconselhável usar as que você já estava usando na gravidez, devido o inchaço normal após o parto.

Penhoar para andar pelos corredores do hospital depois do parto e para receber visitas.

Chinelo ou sandália de dedo

Sutiã de amamentação

Conchas ou absorventes para os seios

Produtos de higiene pessoal  (escova, xampu, condicionador, sabonete, escova de dente e pasta)

Não esqueça daquela make bem básica, um pozinho de leve, para tirar a iluminação do rosto e um batonzinho vão te ajudar a ficar mais bonita nas fotos e filmagens.

E a grande dúvida das mamães de primeira viagem, qual absorvente? Lembre-se de que é normal ter sangramento depois do parto seja cesária ou normal por isso leve pelo menos uma embalagem do tipo noturno.

A roupa da saída da maternidade devem ser bem confortáveis, já que a barriguinha de grávida não some do dia para a noite! 😉

Ah, e não esqueça de alguns acessórios que são muito importantes, como:

– Documentos pessoais da mamãe e a carteirinha do convênio.

– Máquina fotográfica e filmadora

– Lembrancinhas de nascimento para as visitas.  

É gentil presentear os amigos e familiares que vão conhecer o seu bebê com uma lembrancinha personalizada.

Também é bastante usado para identificar o quarto do hospital um enfeito de porta com o nome do bebê.

 

Espero que vocês tenham gostado das dicas da Sameka…

Até mais mamães!

No comments

Primeiros Dentinhos

Certamente as mamães experientes já perceberam essa incômoda situação: o nascimento dos primeiros dentinhos deixa a criança chatinha e irritada por causa do desconforto que a erupção dos dentes ocasiona. Algumas mamães ficam preocupadas e não sabem o que fazer para acalmar o bebê.

O surgimento dos dentes ocorre mais ou menos aos 6 meses de idade e os primeiros a aparecer são os incisivos centrais inferiores. Depois aparecem os incisivos centrais superiores, seguido pelos incisivos laterais inferiores. Por volta de 1 ano e meio surgem os incisivos laterais superiores. Então começa a erupção dos dentes mais posteriores como os primeiros molares, os caninos e os segundos molares.

Aos 3 anos, seu filho terá todos os dentes de leite. Ao todo, são 10 dentinhos na arcada de cima e 10 na arcada de baixo. As mamães não devem ficar preocupadas se no primeiro aniversário do seu filho nenhum dente aparecer ao mundo. É normal um atraso de até 8 meses.

Pode acontecer casos de bebês que nascem com dentes. Mas não pense que o seu filho antecipou várias fases de vida logo após sair da barriga da mãe. Não, não. Esses dentes são chamados de dentes natais. Algo normal. Os dentes que aparecem nas primeiras semanas de vida são chamados de neonatais.

Dente antes do tempo pode machucar o nenê e a mamãe – Normalmente, os dentes natais ou neonatais são os incisivos inferiores. O dente pode ser deixado caso não estiver causando qualquer dificuldade à criança. Essa dentição precoce, entretanto, pode machucar a língua do bebê e o seio da mamãe durante o aleitamento materno.

Para que isso não aconteça, o odontopediatra fará um polimento dos dentes.

Mas se o dente estiver muito mole com perigo da criança aspirá-lo, o odontopediatra então fará uma cirurgia simples para extraí-lo. A mamãe pode ficar despreocupada que outro dente nascerá no lugar do dente extraído.

Dica: mamãe, nunca tente retirar o dente do seu bebê em casa.

Os primeiros sinais de que os dentinhos estão chegando são coceira na gengiva pela pressão dos dentes, gengiva mais abaulada e esbranquiçada e aumento da salivação por conta do amadurecimento das glândulas salivares e pela incapacidade do bebê engolir toda a saliva. Todos esses sintomas deixam o sono do bebê mais agitado.

Bebê irritado com a chegada dos dentinhos – A erupção dos primeiros dentinhos geralmente ocorre no período em que a criança já senta e aumenta seu espaço para brincar. Essa época é onde o bebê leva a mão e tudo o que pega à boca, principalmente para aliviar a coceira das gengivas. As impurezas são transportadas do ambiente para o organismo do bebê podendo ocasionar estados febris, vômitos e diarréias, sintomas sempre relacionados com o aparecimento dos primeiros dentinhos.

Para aliviar a coceira gengival, ofereça ao bebê mordedores para massagear a gengiva. O alívio será maior se antes o mordedor ficar na geladeira, o frio ajuda a confortar a região.

Aos seis meses, o período de introdução de novos alimentos também se inicia. Comece aumentar a consistência dos alimentos gradualmente. Alimentos mais consistentes também ajudarão a massagear a gengiva além de estimular e ensinar a mastigação.

A mamãe pode ainda fazer uma massagem com o dedo indicador em toda gengiva, sempre com a mão bem limpa. Se a irritação for muito forte, consulte o médico que poderá receitar analgésicos e antitérmicos.

Os dentes de leite servem como guia para o posicionamento e a fixação correta da dentição permanente além de auxiliar na mastigação e no desenvolvimento da fala. Então os cuidados devem começar mesmo antes do nascimento dos primeiros dentinhos. É preciso caprichar na higiene bucal do bebê.

Nos primeiros meses de vida, os pais devem fazer uma limpeza da gengiva, bochecha e língua com uma gaze ou fralda embebida em água filtrada pelo menos três vezes ao dia. A primeira visita ao dentista que dará orientações sobre como fazer a higienização deve ser nos primeiros meses também.

Com a erupção do primeiro dente, pode-se começar a utilizar uma escova pequena, macia e com cerdas arredondadas. O cuidado com a dentição precoce do seu bebê é sinônimo de um sorriso saudável no futuro.

Informações do site: guiadobebe.uol.com.br

No comments

Os primeiros passinhos do bebê

É comum as mamães ficarem ansiosas para que seu bebê dê os primeiros passos. É importante lembrar que cada criança tem seu tempo de amadurecimento, mas, nem por isso a mãe tem que deixar de encorajá-lo. “A mãe pode segurar as mãos do bebê para que ele se sinta mais seguro e confiante, desde que não o force para esta tarefa e que esteja na idade adequada para não machucá-lo. Geralmente, a criança começa a andar a partir de 11 meses ou um ano de idade”, afirma Carla Cristina Miyashiro, psicóloga do Aprimore (Associação de profissionais especializados em terapia e coaching para auxiliar as pessoas na busca da vida que elas querem ter).
As brincadeiras no chão também são boas iniciativas para desenvolver as habilidades necessárias para o andar. “Os brinquedos devem ser adequados para a idade, para não colocar em risco a saúde das crianças. Os coloridos costumam atrair mais os bebês, já os tecnológicos, costumam irritá-los e não o ajudam em seu desenvolvimento”, recomenda a especialista.   O pediatra da Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP) e da Sociedade de Pediatria de São Paulo (SPSP), Renato Cascapera Jr., aconselha que a mãe só estimule o filho para caminhar, afastando-se dele, quando a criança já tiver alguma habilidade ou conseguir se levantar sozinha ou andar com apoio. “O ideal é segurar as mãos dele, e, conforme estiver mais confiante, soltar uma das mãos. Quando ele conseguir dar alguns passos sozinhos, aí sim, chamá-lo para vir até você.”
Os profissionais, no entanto, não recomendam o uso de andadores para “adiantar o processo”, pois o aparelho não desenvolve o andar natural e causa muitos acidentes. “Cair da escada, puxar a toalha da mesa e derrubar objetos sobre si são os acidentes mais comuns. O cercadinho (chiqueirinho) é mais indicado, por ser seguro e eficaz no estímulo ao andar”, aconselha Renato.  É importante incentivar a criança a andar com os pés descalços e em diferentes texturas para estimular a musculatura do pé, melhorar a curva da sola do pé, e dar mais firmeza no andar.
Além disso, andar em solos irregulares aumenta os estímulos sensoriais e estimula os músculos de forma diferente.  É recomendado também agir naturalmente nos primeiros tombos, pois a queda faz parte do aprendizado. “O ideal é lidar com naturalidade e tranquilidade. Desta forma, o bebê sente segurança ao perceber que está tudo bem e pode confiar novamente em seus próximos passos”
Fonte: http://www.atmosferafeminina.com.br/
No comments

Ah, as cólicas!

Essas são o pesadelo dos pais!

É importante lembrar que elas só começam depois de duas semanas de vida e, geralmente, provocam choro em horários determinados (no final da tarde, na maioria das vezes).

 

Os médicos acreditam que a cólica esteja relacionada ao reflexo gastrocólico (o intestino é estimulado a se contrair cada vez que o bebê mama) ou à imaturidade intestinal.

 

As cólicas desaparecem até o final do terceiro mês.

O pediatra pode recomendar medicamentos, se necessário.

Outras atitudes ajudam, como: massagear a barriguinha de seu bebê no sentido horário, colocar seu bebezinho de bruços, dobrar as perninhas dele sobre a barriga e deixá-lo ouvir músicas suaves.

 

É normal que o recém-nascido tenha soluços e é importante, mamãe e papai, colocá-lo em pé para arrotar depois de cada mamada! Cuidado para não confundir o choro da cólica com um choro comum, de quem apenas está querendo se comunicar.

Se o bebê para de chorar quando você o pega no colo, provavelmente não é a cólica que o está fazendo sofrer.

No comments

Próxima Página »